29 de dezembro de 2009

Belly Button



"Umbilical Tracing"

Photo by Alice

28 de dezembro de 2009

Machinarium Stomach



A clean lick in the Fork’s Vow set the table on another Established Food.



Photo by Alice


Music : Svetimas Netgi Ateitu - Lethe
video

27 de dezembro de 2009

Postais de Rua



Photo and Work by Alice

Ruas de paredes entre a distancia que nos separa.
Nos vidros da tua Janela, uma casa que se parte.
Sorrisos de Simpatia enfática que ficou,
Na ferrugem dos teus actos.

Tentativas entubadas num respiradouro desamparado como,
Uma bengala de desistências que apoia as tuas pernas de Ferro.

Sensibilidade que escarafunchei no betão da tua pele,
Perdeu-se nas oportunidades que fantasiei,
Quando te escrevi,

Um Postal de Rua.

26 de dezembro de 2009

Unstoppable Train



Now I never gonna tell...

...You

Photo by Alice


Music : Shelter - The XX

24 de dezembro de 2009

Individuality



Fragile by Strength

Photo by Alice

23 de dezembro de 2009

Question



Mark

Photo by Alice

22 de dezembro de 2009

Tree Mask



"Immovable"

Photo by Alice

21 de dezembro de 2009

Temple of Sand



As I entered the meandering Gates,
The king’s name vanished in the Hot Ground,
And the Hourglass made of queen’s skin,

Was broken…

Photo by Alice

A breathing Friend, buried in the corners of Sand,
Like all the earth creatures standing dry in the walls.

I raked the water of this Desert to found the stones,
Hidden in the eyes of Space…

…sleeping in the Relinquishing World’s.

20 de dezembro de 2009

Lurking



"Inside"

Photo by Alice

16 de dezembro de 2009

Left Behind



There are no Us…

Disability isn’t a brick in bridges Society.

Photo by Alice


Music : The Dance of Diminishing Possibilities - Baby Dee

15 de dezembro de 2009

Lunch




Snack Time

Photo by Alice

14 de dezembro de 2009

The Castle



The Dreams still remains in the Tower of Ice.

Photo by Alice

12 de dezembro de 2009

Sexy Camouflage



The gender of Stop Motion

Photo by Alice

11 de dezembro de 2009

The Fortuneteller



I have many eyes in the Past.
I embrace many arms in the Present.
I walk many roads in the Future.

Photo by Alice


Give me your hand…?

10 de dezembro de 2009

Cripple Marriage



Pull the lever and Jump, the filthy Seduction is on the floor.

Photo by White Rabbit


Music : Ólavur Riddararós - Valravn

9 de dezembro de 2009

Lines in the Emptiness



Hang up the Season and take your Invisible coats.

Photo by Mad Hatter


Music : Alone Together - Chet Baker

8 de dezembro de 2009

Unborn Creations



I’m starting



right were




I’m ending







Music : Munchen - The Kilimanjaro Darkjazz Ensemble



*All photos by Alice

7 de dezembro de 2009

Paraffin Nights



There are no candles when you are a tourist in hell.

Photo by Alice

6 de dezembro de 2009

Prelúdios de um quase Desenho.



Debaixo da minha cama, vivem sombras de braços abertos e sem cabeça.

Photo by Alice

Naquele papel branco de luzes esbatidas e lençóis recolhidos, espreitei por recantos paralelos de fichas esquecidas e tomadas penduradas, que apontavam para luzes imaginárias.
Canetas gigantes riscavam tesouros de histórias em casas humanas, debaixo de camas e sofás perdidos, em cidades desorganizadas. Debaixo de tudo o que fosse habitado, por objectos sem movimento.
Segredos em aparas de lápis espalharam-se como flores, plantadas em ventres sépias, murmurando confidências iridescentes. Em minhas mãos, caíram focos de tons em flocos flutuantes, suspirados por sombras de braços abertos e sem cabeça, como se cada respiração luminosa fosse um conto escrito por bonecos de trapo.

Na taquigrafia de delírios ténues, as sombras de braços abertos e sem cabeça, pintaram as paredes do desenho em grafite e sanguinárias hesitantes, decalcando personagens familiares de vestes aéreas e fluidas.
A mais pequena e rechonchuda tinha um sorriso parado que desaparecia, assim que, percorria os corredores do colchão abotoado em farripas de madeira. A mais alta e espadaúda, não tinha nem mãos nem pés, apenas espirais de sombra líquida, que escorriam em pequenos nevoeiros fugazes, entre os dedos dos objectos translúcidos, que compunham aquela casa de fumo, debaixo da minha cama.
Em três contratempos e sem barítonos, as sombras de braços abertos e sem cabeça, rodearam-me, de linguagem amolada e riscos guturais, convidando a desenhar-me ali.
Contornos da minha sombra surgiram lentamente, em garatujas e comboios de pedra, despindo-se em lenços de claridade, como abas de um caderno amolgado dentro de uma mochila de lã. E minúsculas criaturinhas de sombras de braços abertos e sem cabeça, apareciam cintilantes e curiosas, para verem o meu esbracejar de traços rápidos e toscos, que rodopiavam em telas gás de meios-tons. Os meus poucos esboços de aviões, avionetas e dirigíveis de cartão, levantaram voo numa dança zunida, de abelhas transparentes e fios eléctricos. Em abobadas de ardósia ficaram traçados, tal como todos os animais alados e sem patas, os barcos de hélices voadoras, os bonecos de ferro abandonado, as rodas de comboios sem apitos, os cubos de arco-íris em madeira ferrugenta. Enfim, todos os sonhos de giz que foram traçados no pó do esquecimento.
Coxa de sono, puxei da borracha em minha almofada e quis ali adormecer, debaixo da minha cama, aconchegada pelas sombras de braços abertos e sem cabeça. Fechando os olhos em pestanas outonais, compus um Até já em solfejo pendente.

Sabia que na noite seguinte estariam ali, pois todos precisamos das nossas sombras de braços abertos e sem cabeça, debaixo das nossas camas.


Music : Another Rather Lovely Thing - Nick Cave & Warren Ellis

4 de dezembro de 2009

Milking the Cow



The Annoying Pacifiers

Photo by Alice

2 de dezembro de 2009

Alternated Tango



A rope of Hope in sheets of Tomorrow.


Photo by Alice



Music : You Tangle With Me - Black Tape for a Blue Girl
video