1 de fevereiro de 2009

Beijo de Pedra

Um beijo frio nos teus doces lábios,
Nunca se perdem na boca do tempo.

Um beijo morto do teu sabor,
Vive na língua dos teus dias,
Muda e sem razão, é engolida.

A sofreguidão da Morte,
Num gesto pujante e sem pudor,
Abraça o calor do teu Amor,
Apenas num Beijo de Pedra.


4 comentários:

Nuno Miguel Raposo disse...

Grandes bonecos e grande som :) O ambiente não era tão dark como eu esperaria :D
Vi com o betinho, calhou mesmo ele ir ver porque já me tinha esquecido :)

Excelente trabalho, as usual!

alice atras do espelho disse...

Obrigada pelas palavras e por "assistires" a mais um dos meus devaneios...desta vez pelo cemiterio lolol.

bjokas

Anónimo disse...

Este é demais... uma "viagem" a outro mundo!... A música, mais uma vez, 100%!
Bjs da miga,
Rakel xxx

alice atras do espelho disse...

Obrigada Raquel pelas palavras! Ainda bem que curtiste amiga...

Bjs mt grandes para ti!